Bem-vindo viajantes

Bem-vindo viajantes! Esse blog tem como objetivo tornar público algumas questões, reflexões e vivências que tenho tido, daí o nome "Viagens de Paulo Pom". As postagens e discussões desse espaço envolverão os seguintes temas: meio ambiente, sustentabilidade, ciclismo e cicloturismo, montanhismo e vivência ao ar livre. Mas viagens por outros mundos também serão feitas...

terça-feira, 27 de abril de 2010

Integração Modal em São Paulo/SP: Ônibus que transporta bicicleta é testado

No início de abril, alguns órgãos de imprensa divulgaram uma boa notícia aos paulistanos em geral. A "São Paulo Transportes" (SP-Trans) vai começar a testar nos ônibus municipais um equipamento que possibilita aos usuários levar bicicletas nas viagens.

Com isso, o paulistano contará com uma importante forma de integração modal (expressão designada para a integração de várias formas de se deslocar na cidade - sobre esse tema, ver artigo http://pedalandoeolhando.blogspot.com/2009/07/integracao-modalque-pe-essa.html).

O suporte, que é instalado na frente dos coletivos, funciona de maneira parecida aos suportes de automóveis e permite que cada ônibus possa carregar até 3 bicicletas. O mecanismo para travar a bicicleta é acionado pelo motorista e a SP-Trans estima que toda operação envolvendo a fixação da bicicleta e o embarque do ciclista dure cerca de 1 min.

A integração bicicleta e ônibus em São Paulo, ou "Bike Bus" (como está sendo chamado o projeto) deve funcionar apenas nos finais de semana e em poucas linhas que passam por parques municipais. E caso a experiência seja positiva, os equipamentos serão instalados em toda frota da cidade.

A iniciativa foi elogiada por ciclistas, mas como o período de testes está sendo feito somente na região dos parques e, via de conseqüência, atingindo principalmente os ciclistas de lazer, existe um receio de que a prefeitura desista do projeto por considerar que não houve adesão. O correto seria que os testes fossem feitos durante a semana e em locais diversos, atingindo aqueles que usam a bicicleta para trabalhar.

A integração bicicleta e ônibus já existe em algumas cidades do mundo, como Houston, Paris, Los Angeles. Em Christchurch, na Nova Zelândia, o sistema é muito utilizado, como eu presenciei em 2009, quando realizei minha viagem de bicicleta por aquele país (ver foto abaixo): 


Agora é esperar que os testes sejam bem-sucedidos e aguardar para ver se essa medida será implantada de vez na tumultuada cidade de São Paulo (Fonte: JT, 9/4/2010, p. 10A).

sábado, 17 de abril de 2010

Palestra: CICLOROTA BERLIN-COPENHAGEM - Um casal se conhecendo durante 800 km



A Alemanha possui mais de 200 rotas de cicloturismo, com mais de 70 mil quilômetros de vias bem sinalizadas e com infraestrutura para receber quem quer viajar em bicicleta pelo país.

Curiosa para conhecer e experimentar essa realidade e os cenários europeus, Evelyn Araripe escolheu a ciclorota internacional de Berlin até a capital dinamarquesa, Copenhagen, para pedalar nas férias. Durante a preparação para a viagem, conheceu João Paulo Amaral, ciclista que se tornou amigo, namorado e companheiro de pedaladas.


Na reunião deste mês do Clube de Cicloturismo do Brasil, o casal irá contar como foi a experiência de pedalar nesses dois países europeus. As dificuldades, as aventuras, os problemas com o idioma, as descobertas das comidas e as cidades e vilarejos esquecidos no tempo pelas quais passaram, além, é claro, de relatarem o quanto um casal pode se conhecer em 10 dias pedalando 800 km.


As reuniões do Clube de Cicloturismo são gratuitas e abertas a todos os interessados no assunto. Na verdade estes encontros tem a função de permitir que a comunidade cicloturística, desde o iniciante ao veterano, possa se encontrar, trocar experiências e planejar viagens. Todos são bem vindos. De preferência chegue com meia hora de antecedência.


LOCAL: Espaço Contraponto *
           Rua Medeiros de Albuquerque, 55, Vila Madalena, 
           São Paulo - SP
           http://contraponto55.ato.br


DATA: 24 de abril de 2010


HORÁRIO: 15 hs. 


INFORMAÇÕES: clubedecicloturismo@hotmail.com


Entrada gratuita 



Entrada voluntária: 1kg de alimento não perecível (de preferência proteína de soja e demais grãos), para doação a uma creche do bairro.




Realização: 

PARA CHEGAR NO ESPAÇO CONTRAPONTO
Metrô - estação Sumaré; utilize a saída Oscar Freire e siga pela Av. Sumaré em direção à Henrique Schaumann. Chegando na Henrique Schaumann pegue a rua Luís Murat e vire a direita na Medeiros de Albuquerque até o 55 (15 minutos).
Bicicleta - Caso esteja sem trava, fale com alguém do espaço para guardar a sua bicicleta.
Carro - a rua Medeiros de Albuquerque é uma travessa da rua Luís Murat (continuação da rua Inácio Pereira da Rocha), ela começa junto com a rua Harmonia. Pode se encontrar algumas vagas nas proximidades, ou senão utilizar um estacionamento que fica próximo ao espaço.